Coronavírus: Notícias boas para comemorar!

Coronavírus: Notícias boas para comemorar!

O distanciamento social voluntário para impedir o aumento de casos do coronavírus pode ser muito angustiante. Não poder sair, ser bombardeado por notícias com aumento de pessoas infectadas e mortes no mundo todo, decretos sendo publicados todos os dias aumentando as restrições, é um momento cheio de incertezas. Porém, no meio disso tudo, além de cumprir o dever como cidadão e ajudar a impedir que a contaminação fazendo a quarentena voluntária, é importante focar também nas notícias boas. Atenção, temos várias! Confira a nossa lista:

  • Já sabemos contra o que estamos lutando.

Os primeiros casos relatados na China aconteceram no dia 31 de dezembro de 2019, no dia 7 de janeiro de 2020 o vírus já tinha sido identificado e no dia 10 de janeiro, seu genoma estava disponível.

No Brasil, foi ainda mais impressionante! A sequência do genoma foi identificado em 48 horas no caso do primeiro paciente identificado com a doença no Brasil. Pesquisadores do Instituto de Medicina Tropical da Universidade de São Paulo (IMT-USP) e do Instituto Adolfo Lutz (IAL), em parceria com cientistas britânicos da Universidade de Oxford, sequenciaram em tempo recorde o genoma do novo coronavírus encontrado.

Entre as principais utilidades de se mapear o genoma de um vírus está ajudar a entender o percurso da transmissão e o tempo em que ele está presente em determinada região ou país. Ao desvendar o histórico do coronavírus, autoridades e pesquisadores podem adotar as medidas adequadas para tentar conter sua disseminação.

Lembrando que o novo coronavírus é formalmente designado coronavírus 2 da síndrome respiratória aguda grave (SARS-CoV2) é causadora da doença denominada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como COVID-19.

  • Sabemos como identificar o vírus.

O teste já existe desde o dia 13 de janeiro, e a partir do dia 19 de março, no Brasil, a Anvisa habilitou mais 8 testes que possuem detecção mais rápida da doença.

  • Sabemos como o corpo combate a COVID-19

Pesquisadores australianos identificaram células do sistema imunológico que atuam na defesa contra o vírus. A descoberta ajuda no desenvolvimento de uma vacina.

  • Sabemos como é transmitida e como nos proteger

A transmissão ocorre como uma gripe comum, a troca de secreções causa o contágio. Lavar as mãos a cada 3h e evitar sair de casa ajudam na prevenção.
Já falamos sobre isso nesse post CORONAVÍRUS.

  • A pesquisa científica não para!

Existem 8 protótipos de vacina sendo pesquisados e mais de 150 artigos publicados sobre a SARS-CoV2. Existe um esforço mundial para encontrar os remédios mais eficazes, determinar formas rápidas e seguras de controlar a pandemia e a vacina para evitar o contágio para principalmente o grupo de vírus.

  • Chinesa de 103 anos está curada

Moradora de Wuhan, Zhang é a pessoa mais velha no mundo a ser curada do COID-19. A idosa ficou 6 dias internada, ela é portadora de outras doenças. Contra as probabilidades, Zhang já voltou para casa!

  • Corrente de solidariedade ❤

Deixamos a melhor parte por último! 
Com o aumento dos casos e o início do isolamento, empresas e pessoas do mundo todo têm se mobilizado para ajudar aqueles que precisam. As iniciativas são de todo tipo, serviços online estão sendo disponibilizados de graça, pessoas estão ajudando os idosos a fazerem compras, empresas estão liberando seus funcionários para fazer home office ou liberando para recesso remunerado, existem iniciativas para ajudar os autônomos que terão redução de renda, famílias inteiras estão fazendo quarentena voluntária para ajudar a proteger a população, existe uma mobilização para aplaudir os profissionais da saúde, entre tantas outras ações, a sociedade civil está se organizando para que este período seja menos difícil para todos nós. Ainda bem!

Publicação feita 20/03.

Algumas informações podem sofrer alteração, uma vez que, a todo momento há uma nova descoberta sobre o assunto.