Aspectos da Agricultura Brasileira

Aspectos da Agricultura Brasileira

A Agricultura no Brasil representa uma das fatias mais importantes da economia brasileira. Mesmo que se apresente com pouco mais de 5% de representação do PIB, o setor movimenta quase R$ 100 bilhões em exportações.

Junto à pecuária, de acordo com dados da Secretaria de Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, os setores são parte vital da economia brasileira.

Há anos a agricultura no Brasil passa por constantes transformações e ciclos. Canaviais, plantações de café, fumo, soja e por aí vai. Uma grande variação que vem desde o período colonial com a cana-de-açúcar com atual expansão da soja e do café.

O ritmo do ciclo acabou transformando o setor no Brasil consideravelmente a partir de meados do século XX. A mecanização e a modernização da produção, bem como a substituição do homem pela máquina nas atividades, remodelaram a agricultura no Brasil.

Modernização da Agricultura no Brasil

O processo de mecanização e modernização por qual passa a agricultura no Brasil está diretamente relacionada a todo o processo de industrialização ocorrido no país. O fato em questão, bem como a evolução dos processos, demonstra a reconfiguração do espaço geográfico do Brasil.

Nota-se, portanto uma alteração nas regiões a partir de uma análise mais aprofundada abrangendo a questão que envolve a agricultura no país. Sob esta nova ótica, o avanço das indústrias contribuiu para um notório crescimento do setor terciário.

Este, por sua vez, foi determinante para a aceleração do processo de urbanização. O campo acabou, economicamente, subordinado às cidades. O meio urbano apropriou-se, assim, do maquinário, equipamento e pesticidas essenciais do meio agropecuário.

Agricultura por região do país

Região Sul

A produção na região vem, sobretudo, da ocupação de imigrantes europeus, desde o sul da região ao norte do Paraná. Atualmente, a expansão da soja para exportação tem sido a grande caracterização da agropecuária da região.

A região sul, além disso, passa por um nítido processo de mecanização e modernização dos instrumentos. No oeste de Santa Catarina e Paraná, bem como no norte do Rio Grande do Sul, é perceptível essa adoção.

Algodão, milho, cana-de-açúcar e, claro, a soja estão entre os principais cultivos.

Região Sudeste

Da mesma forma que a região sul, o sudeste vive com o processo de mecanização e modernização do campo. A alta tecnologia predominante é sustentada por um meio urbano de alta produção das máquinas, defensivos e equipamentos.

Apesar de ser a região da Agricultura no Brasil em que se nota grande subordinação do campo ao meio urbano (indústrias), o uso, manejo e produtividade do solo se destacam.

O café, a fruticultura e a cana-de-açúcar estão entre as principais culturas da região.

Região Centro-Oeste

Região de maior expansão da Agricultura no Brasil. Também mecanizada, e se estendendo na direção da floresta Amazônica, a região enfrenta o problema causando por embargos e limitações de terras demarcadas.

A Revolução Verde possibilitou a ocupação na região, permitindo cultivo em longos espaços de terra. O principal produto é a soja, utilizada como commoditie para o mercado externo.

Graça Veloso